Blog


Confira 5 dicas de como controlar o estoque em condomínios!


Em um condomínio, existem muitas tarefas com as quais o síndico deve se preocupar. Uma delas é a gestão de estoque que, se for ineficiente, pode ocasionar aumento de custos e perdas a longo prazo. Mas você sabe como controlar o estoque em condomínios?

Caso sua resposta seja negativa, não se preocupe! Preparamos este artigo com 5 dicas que vão ajudar você a controlar o estoque do seu condomínio. Fique atento!

1. Reserve um espaço para o estoque

O primeiro passo é reservar um espaço organizado e limpo para armazenar os materiais e produtos de uso mais cotidiano. Os itens para reparos, artigos de limpeza e acessórios de manutenção de piscinas são alguns dos exemplos.

Feito isso, separe cada material e produto conforme sua categoria. Ou seja: crie regras ou padrões para organizar o estoque e, assim, facilitar na hora em que precisar encontrá-los e usá-los.

2. Faça uma lista de materiais

Faça um inventário de todos os materiais e produtos. Esse procedimento é muito importante para analisar quais são os itens utilizados e as quantidades de cada um presentes no estoque.

Você não pode se esquecer de nenhum! Os produtos de uso mais comum precisam ser armazenados. Já aqueles que têm pouca saída e são mais caros devem ser adquiridos apenas conforme a necessidade.

3. Utilize um software especializado

No caso de condomínios que contam com grandes quantidades no estoque, a tecnologia pode auxiliar na localização dos materiais e a manter o inventário atualizado. Dessa forma, você tem controle do que entra ou sai e, assim, não permite que produtos passem da data de validade ou que o estoque fique em falta.

Então, com um software especializado, o condomínio evita erros e problemas na gestão de estoques. Também é possível diminuir as despesas, já que desperdícios e perdas com produtos vencidos ou materiais danificados pelo tempo são evitados.

4. Treine o responsável

O responsável pelo estoque, seja o porteiro, o zelador ou o faxineiro, deve estar pronto para executar as tarefas automatizadas. É preciso saber como dar a entrada e a saída dos produtos e materiais.

O profissional também deve dominar o funcionamento do sistema e identificar qual é o momento ideal para comprar ou não um item. O ideal é que todos os envolvidos aprendam as regras de controle de estoque.

5. Defina datas e períodos para as compras 

Para não deixar que nenhum produto ou material fique em falta no seu condomínio, defina as datas e os períodos em que o estoque será analisado para a realização das compras. Você pode estabelecer o volume mínimo e máximo dos itens conforme a rotatividade de cada um deles.

Com as informações em mãos, é possível inclusive obter vantagens com os fornecedores. Isso porque, ao antecipar os pedidos, você tem a chance de negociar as formas de pagamento o que não seria possível se deixasse para fazer as compras na última hora.

Portanto, saber como controlar o estoque em condomínios é essencial. A adoção das medidas acima contribui para a saúde financeira dos condomínios e melhora a gestão dos síndicos. E você, já mantém uma boa gestão de estoque?

Quer melhorar a administração do seu condomínio, tornando-a mais transparente, moderna e ágil, além de eliminar dores de cabeça? Então, baixe nosso Manual do Síndico!


Faça um teste online!

Veja todas as funcionalidades em ação.

Startup acelerada por:

B2Mamy   Sebrae   Founder Institute   WeWork Labs